outubro 24, 2020

Scuba News

Notícias do mergulho

Nukumi, the Queen of the Ocean, um enorme tubarão-branco de 1,5 tonelada

Pesquisadores trabalhando nas águas da Nova Escócia, no Canadá, encontraram um enorme grande tubarão-branco, que pesa 1.606 quilos e mede pouco mais de 5 metros de comprimento.

Segundo os especialistas da Ocearch, uma ONG que está marcando e fazendo exames em tubarões-brancos, o gigante é um tubarão-fêmea conhecida como “Rainha do Oceano” e que foi batizada pelo grupo de Nukumi.

Nukumi é o maior tubarão que os pesquisadores da Ocearch identificaram e coletaram amostras durante a expedição atual | Foto: Chris Ross/OCEARCH/Twitter

“Nós a chamamos de ‘Nukumi’, pronuncia-se nu-gu-mi, em homenagem à lendária e sábia avó do povo nativo americano Mi’kmaq”, escreveu a Ocearch em uma postagem no Facebook no sábado (3).

De acordo com o post, a cultura Mi’kmaq tem longa tradição na Nova Escócia.

“Com os novos dados que coletamos, essa matriarca vai compartilhar sua sabedoria conosco nos próximos anos”.

Nukumi é a maior dos oito grandes clãs tubarões-brancos dos quais os pesquisadores coletaram amostras durante a expedição atual, que está no mar há um mês.

A Ocearch também postou um vídeo mostrando Nukumi deitada em uma plataforma submersível especial construída na lateral do navio de pesquisa, rodeada de pesquisadores, e em seguida nadando para longe.

Além de estudar tubarões, a Ocearch é uma organização de coleta de dados do oceano que marcou e coletou amostras de centenas de golfinhos, focas e outros animais.

O grupo está usando os dados para aprender sobre os padrões de migração e descobrir detalhes anteriormente desconhecidos sobre a vida dos tubarões.

Em outubro de 2019, a Ocearch capturou e marcou um macho em Lunenburg, Nova Escócia. Com 3,8 metros de comprimento, ele ganhou o nome de Ironbound (“Feito de Ferro”). No final de dezembro, o rastreador mostrou que Ironbound havia viajado 2.370 quilômetros pela costa leste dos EUA até Key Biscayne, perto de Miami.

Foto: Chris Ross/OCEARCH

Os grandes tubarões-brancos são os maiores peixes predadores do mundo, de acordo com a World Wildlife Federation (WWF), e são conhecidos por arrancar pedaços de suas presas, que são engolidos inteiros.

Apesar de sua reputação assustadora, o WWF diz que os tubarões são uma espécie vulnerável e que o número de exemplares vem diminuindo.

%d blogueiros gostam disto: