novembro 23, 2020

Scuba News

Notícias do mergulho

Faleceu o famoso fotógrafo submarino Ernie Brooks.

O ícone da fotografia subaquática Ernie Brooks morreu aos 85 anos.

Um pilar na indústria do mergulho, a carreira de Ernie e seu impacto duraram décadas. Ele se formou no Brooks Institute of Photography – uma escola fundada por seu pai – e foi seu presidente por quase três décadas. Ao longo de seu mandato, Ernie apoiou a causa da educação fotográfica fazendo parceria com várias organizações e convenções internacionais.

Ernie viveu com sua fotografia. Projetando sua primeira caixa estanque do zero para uma câmera preto e branco Leica quando tinha apenas 19 anos, ele nunca migrou para a fotografia colorida. O mestre do PB usou apenas 21 tons delicados de cinza para criar algumas das imagens em preto e branco mais reverenciadas da história. 

Ernie Brook

“Os delicados tons de cinza têm a capacidade de capturar uma sensação de admiração ou congelar a ação nos contrastes entre realces e sombras”, disse Brooks à revista Scuba Diver Through The Lens em uma entrevista de 2013 . “Essa graça, beleza e simplicidade criam perfeição e uma impressão duradoura no espectador.”

O falecimento de uma lenda da indústria produziu uma onda de lembranças e admiração pela vida de Ernie.  

“Amado Ernie, o que você viu no mar, você transformou em arte que viverá para sempre”, escreveu o fotógrafo da National Geographic David Doubilet. “Você liderou o caminho. Você é amado.”

“Ernie Brooks nos ensinou a ver as cores entre o preto e o branco”, escreveu Michael Aw, da Ocean Geographic . “Ele nos mostrou o significado da bondade, gentileza, ele nos mostrou a beleza do nosso oceano e a beleza da humanidade.”

%d blogueiros gostam disto: